5 dicas para prevenir a trombose no período pós-operatório

A Trombose Venosa Profunda, mais conhecida simplesmente como “trombose”, ocorre quando há a formação de coágulo sanguíneo nas veias localizadas nos membros inferiores do corpo, sendo uma das áreas mais afetadas as pernas.

O coágulo formado bloqueia o fluxo do sangue, causando inchaço e fortes dores na região das pernas, podendo ainda se desprender e se movimentar na corrente sanguínea, gerando a embolia em outras partes do corpo, sendo as mais perigosas no cérebro, pulmões e coração.

Embora os índices sejam baixos, a trombose pode ocorrer no período pós-operatório devido ao fato da paciente ficar muito tempo em repouso, prejudicando a circulação.

Mas, então, como evitá-la se é uma recomendação médica evitar grandes movimentações físicas, após a cirurgia plástica?

Buscamos informações de especialistas e selecionamos 5 dicas para você colocar em prática e prevenir os riscos de trombose:

1. Eleve as pernas

Elevar as pernas, enquanto estiver em repouso, é uma técnica e que auxilia o retorno do sangue para o coração, além de diminuir o inchaço. É algo simples e que pode ser feito apenas com algumas almofadas (ou travesseiros) que deixem as pernas com a altura mais elevada que o corpo.

2. Faça massagens

Massagens são relaxantes em diversos momentos e no período pós-operatório não seria diferente. Além de auxiliar contra o estresse, fazer massagens nas pernas diariamente também estimula a circulação sanguínea e evita a formação de coágulos.

Você pode ainda optar por um gel de massagem de sua preferência para facilitar o relaxamento.

3. Procure calçar meia elástica

Uma recomendação medica frequente para evitar trombose no período pós-operatório é calçar meia elástica – também conhecidas como meias de compressão, entre 10 a 15 dias.

Os tipos de meias mais utilizadas são a de média compressão – exercendo em torno de 18-21mmHg de pressão – e as de alta compressão – exercendo em torno de 20-30 mmHg de pressão, tendo a capacidade de comprimir a pele e estimular a circulação sanguínea.

Geralmente, as meias mais utilizadas no pós-operatório de cirurgia plástica são as de média compressão.

4. Medicamentos anticoagulantes

Dependendo das suas condições de saúde e do porte (tamanho) e complexidade da sua cirurgia, seu cirurgião pode indicar o uso de medicamentos anticoagulantes no pós-operatório, seja na forma de comprimidos ou de injeções na pele. Porém, essas medicações só devem ser utilizadas com orientação médica, nunca por conta própria, pois podem ter efeitos colaterais sérios, como hematomas e sangramentos difíceis de controlar.

5. Faça curtas caminhadas

Ainda é possível realizar caminhadas curtas para estimular a circulação sanguínea, caso não existam riscos de romper as cicatrizes. No geral, em cirurgias plásticas mais simples, a retomada das atividades diárias costuma ser liberada pelos médicos em torno de 7 dias depois da cirurgia, desde que não haja grandes esforços físicos, como carregar grandes pesos ou se movimentar intensamente.

Já em cirurgias plásticas com período pós-operatório mais delicado – como na gluteoplastia, abdominoplastia, mamoplastia redutora –, o ideal é seguir a recomendação médica e perguntar ao cirurgião a possibilidade de realizar atividades físicas, pois este fator também dependerá da recuperação de cada paciente.

Nosso artigo foi interessante para você? Então, siga a Motiva nas redes sociais!

Fontes: Dicas de Mulher/ Tua saúde

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *