Mamoplastia e braquioplastia: é possível realizar as duas cirurgias associadas?

Não é incomum a busca de cirurgias plásticas associadas pelas pessoas. Um dos casos que gera dúvidas, e que também tem sido uma busca frequente, é a braquioplastia – cirurgia para eliminar excesso de pele no braço – com a colocação de implantes mamários, ou ainda a braquioplastia com a redução das mamas.

Será que é possível realizar estes dois procedimentos ao mesmo tempo com segurança? Confira a resposta no nosso artigo de hoje.

Sobre cirurgias plásticas associadas

De antemão, precisamos esclarecer por quais motivos e quais casos as cirurgias plásticas combinadas são possíveis.

Realizar mais de uma cirurgia plástica pode ser interessante para pessoas que não dispõem de muito tempo, que já estão decididas sobre quais procedimentos gostariam de fazer ou que desejam reduzir custos de operação.

No entanto, é preciso realizar uma avaliação médica completa para observar o estado de saúde da paciente e quais são os riscos de combinar duas operações.

Caso a paciente apresente boas condições de saúde e esteja ciente dos riscos – que dependem de cada tipo de cirurgia –, o cirurgião plástico irá harmonizar as partes do corpo que poderão ser operadas para esta finalidade.

Tipos de combinações possíveis

Nem todas as cirurgias plásticas associadas pedidas em um consultório são viáveis. Em cirurgias mais delicadas como a gluteoplastia – plástica na região dos glúteos – boa parte dos cirurgiões plásticos não recomendam realizar mais de um procedimento cirúrgico, por ser em uma região delicada e exigir um pós-operatório que nem sempre é compatível com outro.

Mas é possível associar algumas cirurgias plásticas, sendo os exemplos mais comuns a realização de mamoplastia com abdominoplastia e também mamoplastia com braquioplastia.

O principal aspecto que o cirurgião leva em conta no planejamento de cirurgias associadas é a segurança dos pacientes. Por isso, é sempre evitada a associação de muitas cirurgias ou de duas ou mais cirurgias grandes, porque isso aumenta muito o tempo de cirurgia e a quantidade de áreas do corpo operadas, o que eleva os riscos de complicações tanto nas incisões como no organismo como um todo, além de prejudicar a recuperação pós-operatória. Assim, é importante ouvir os conselhos do cirurgião sobre quais cirurgias podem ou não ser associadas.

É possível realizar a mamoplastia com a braquioplastia ao mesmo tempo?

Como dissemos acima, sim é possível, mas é preciso passar por uma avaliação médica e também por uma avaliação do biótipo de cada paciente, apontando o grau de excesso de pele nos braços e o procedimento que será preciso em relação às mamas – aumentar ou reduzir.

Há inclusive uma cirurgia que aborda toda essa região do tórax e braços, a toracobraquiomamoplastia, sendo indicada para casos de grande flacidez nos braços e região das axilas além da flacidez mamária. Essa cirurgia geralmente é indicada em pacientes que perderam muito peso, como nos casos após cirurgias de redução de estômago.

Importante

Vale salientar que o cirurgião plástico deve seguir as resoluções de segurança do Conselho Federal de Medicina, que estabelece os devidos parâmetros para cirurgias plásticas.

Logo, sugerimos sempre a busca de um profissional experiente, inscrito na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e que seja ético com a possibilidade das cirurgias plásticas associadas da paciente.

Siga a Motiva nas redes sociais e acompanhe as melhores dicas sobre cirurgia plástica!

Fontes: Boa Plástica / RBCP / Cirurgia Plástica.net

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *