Selfie vs. Autoestima: afinal, por qual motivo procurar a cirurgia plástica?

Você faria uma cirurgia plástica só para melhorar suas selfies no Instagram e redes afins? Conforme pesquisa recente da Academia Americana de Plástica Facial e Cirurgia Reconstrutiva -AAFPRS, este tipo de situação tem sido cada vez mais comum entre pacientes que realizam algum tipo de procedimento facial.

Segundo a AAFPRS, estima-se que 55% dos pacientes norte-americanos buscam intervenções cirúrgicas para saírem melhor nas fotos postadas em redes sociais. A pesquisa ainda aponta que 57% dos pacientes também pretendem realizar intervenções cirúrgicas para se sentirem mais competitivos no mercado de trabalho.

Além deste grupo, há ainda aqueles pacientes que procuram por procedimentos mais discretos que resultem numa aparência menos artificial, representado por um grupo de 33%.
Procedimentos mais procurados

Ainda conforme dados da pesquisa, os procedimentos faciais mais procurados pelos pacientes são a toxina botulínica, também conhecida como “botox” – procedimento estético indicado para corrigir rugas e linhas de expressão faciais –, e a rinoplastia – cirurgia plástica para remodelar o nariz.

Impacto cultural

A pesquisa conclui que, para bem ou para mal, tal fenômeno das mídias sociais mostra que a cirurgia plástica já não é mais um modismo e provoca uma força cultural na sociedade; as pessoas se sentem mais seguras e com menos vergonha de mostrar sua autoconfiança, e a indústria, consequentemente, ganha um impacto mais duradouro.

Diferença entre selfie vs. autoestima

No entanto, especialistas da área apontam os cuidados que se deve ter diante desta pesquisa.
Conforme informações de cirurgiões plásticos publicadas no site Catraca Livre, há ressalvas nos dados da pesquisa da AAFPRS que não devem ser ignoradas, pois o principal objetivo da cirurgia plástica não é apenas um embelezamento para ser bem visto entre as outras pessoas, mas sim melhorar a autoestima e promover qualidade de vida.

Logo, cabe a cada pessoa julgar de onde vem o desejo de realizar a cirurgia plástica: se é para se sentir melhor para os outros com uma selfie ou se sentir bem no seu dia a dia.

Para chegar a uma conclusão segura, é importante deixar o celular um pouco de lado, sobretudo os comentários ligados a fotos em redes sociais, e fazer uma sincera autoavaliação no espelho de como a pessoa se sente, observando se certa parte do corpo ou rosto provoca algum tipo de sentimento negativo ou se ela se sente bem e feliz com o que vê.

Likes nas redes sociais, por mais que gerem sentimentos positivos, são passageiros; já a cirurgia plástica pode gerar reações positivas e duradouras, desde que seja uma escolha consciente para melhorar a qualidade de vida. Por tudo isso, lembre-se: você só deve querer realizar uma cirurgia plástica se estiver em total segurança de que quer uma mudança no seu corpo para sua própria satisfação, e não para satisfazer outras pessoas. E, caso você decida fazer uma cirurgia plástica, procure sempre um cirurgião plástico que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a fim de garantir a segurança da sua escolha.

Siga a Motiva nas redes sociais e acompanhe as melhores dicas sobre cirurgia plástica!

Fontes: AAFPRS / Catraca Livre / Revista Galileu

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *