5 formas de prevenir e detectar precocemente o câncer de mama

O câncer de mama é um dos tipos de cânceres mais frequentes no Brasil. Conforme informações divulgadas pelo INCA – Instituto Nacional de Câncer – e publicadas no Portal Saúde, estima-se que os cânceres mais incidentes em 2018 chegarão a 59 mil casos, sendo o câncer de mama o de segunda posição entre as mulheres.

Embora a notícia cause preocupação, o câncer de mama apresenta 95% de perspectiva de cura, desde que seja descoberto precocemente. Confira na nossa postagem de hoje como é possível diagnosticar o câncer de mama, desde o início e se prevenir, o quanto antes.

1. Realize exames clínicos periodicamente

É importante que todas as mulheres realizem exames de rotina, no ginecologista, periodicamente.

A recomendação médica é que toda mulher vá ao ginecologista a cada seis meses ou pelo menos uma vez ao ano para realizar um check up, incluindo o exame clínico das mamas e axilas.

2. Realize a mamografia

Muitas mulheres não fazem a mamografia por receio, mas este exame nada mais é que um Raio-X das mamas, com radiação baixa e sem efeitos colaterais. É um procedimento que auxilia o médico a constatar se há algum caroço na mama de uma forma mais precisa.

Mulheres que que tiveram familiares com câncer de mama devem realizar o exame 10 anos antes da idade recomendada de 40 anos.

3. Realize o autoexame

O autoexame auxilia a prevenir o câncer de mama precocemente, pode ser feito em casa e é simples de ser realizado:

– Fique em pé com as mamas descobertas diante do espelho.
– Observe se não há alterações na pele das mamas ou das auréolas e mamilos, como feridas, áreas avermelhadas e/ou áreas que descamam.
– Levante os dois braços em direção à cabeça e depois abaixe-os em direção à cintura, observando se as mamas se elevam e abaixam de maneira semelhante, sem retrações em alguma delas. Repita algumas vezes essa manobra.
– Levante o braço direito e leve-o atrás da cabeça.
– Com a mão esquerda, apalpe a mama direita suavemente.
– Continue apalpando as mamas, com movimentos circulares, e observe se há algum caroço.
– Pressione delicadamente entre os dedos a região em torno do mamilo para observar se existe saída de alguma secreção pelo mamilo.
– Repita o mesmo procedimento com a mama esquerda, apalpando a mama com a mão direita.

É importante lembrar que o autoexame não substitui a mamografia, ele apenas alerta à mulher que algo na região das mamas está errado, portanto após realizar o autoexame, realize uma consulta médica.

4. Entenda os tipos de procedimentos

Geralmente, determina-se o tipo do tumor através de uma biópsia da mama (retirada de um fragmento de tecido da mama) para haver planejamento correto do tratamento. O tratamento mais comum do câncer de mama é a cirurgia para retirada do tumor e uma parte do tecido mamário em volta dele. Dependendo do tumor e da sua localização na mama, pode ser retirada uma pequena área em torno (tumorectomia), uma parte que corresponde a cerca de um quarto da mama (quadrantectomia) ou a retirada completa da mama (mastectomia). Pode ser necessária, também, a retirada dos gânglios da axila (linfadenectomia).

Atualmente, existem diversas técnicas de cirurgia plástica que visam à reconstrução da mama, tanto da mama operada por tumor quanto da outra mama, a fim de deixar um aspecto o mais harmônico possível das mamas e aumentar a satisfação da paciente operada com seu corpo.

Além da cirurgia, existem outras modalidades de tratamento para auxiliar no combate ao câncer de mama: a quimioterapia, que pode ser feita antes da cirurgia com o intuito de diminuir o tumor (quimioterapia neoadjuvante) ou após a cirurgia, para auxiliar no combate à doença (quimioterapia adjuvante), além da combinação desses dois tipos. Frequentemente, é empregado o uso também da radioterapia (uso de radiação para matar as células tumorais) para auxiliar no tratamento.

Não há um tratamento padrão e a escolha será feita de acordo com o tipo e estágio da doença pelo mastologista. Entender estes procedimentos e a situação real da doença pode auxiliar a mulher fique mais tranquila na consulta médica, caso um nódulo seja encontrado.

5. Mantenha hábitos saudáveis

Segundo especialistas, a alimentação saudável e a prática regular de atividades físicas podem reduzir o risco de desenvolvimento de câncer de mama em 28%. Portanto, mantenha hábitos saudáveis: realizar as principais refeições diárias, ou até mesmo um simples hábito de realizar um exercício no parque, pode fazer uma boa diferença na prevenção do câncer de mama.

Quer saber mais? Visite motivaimplantes.com.br/salvevidas

Fontes: Bem Estar / Cláudia / Saúde

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *