Câncer de mama: saiba quais são os sintomas mais incomuns que merecem atenção

O mês de outubro é marcado pela campanha de conscientização do câncer de mama, um tipo de câncer que afeta muitas mulheres no Brasil, sendo 57 mil casos diagnosticados por ano, em estatísticas recentes do INCA, divulgadas no site da BBC Brasil.

E uma das melhores formas de combater este número é fazer com que todas as mulheres fiquem atentas à prevenção e também aos sintomas frequentes.

Embora os sintomas mais comuns sejam a presença de nódulos, vermelhidão e dores na região dos seios, há outros tipos de sintomas incomuns que não devem ser ignorados pelas mulheres.

Tipos de sintomas incomuns no câncer de mama

Conforme especialistas, há 12 sinais de alerta, como:

1- Engrossamento da pele de toda a mama ou de uma parte dela.
2- Formação de crostas ou áreas de vermelhidão no mamilo ou na aréola, ou áreas de pele que descamam no mamilo, aréola ou em qualquer área da mama.
3- Secreções na região das mamas, tanto pela pele quanto pelo mamilo ou aréola. As secreções podem ser de qualquer cor, ou mesmo transparentes.
4- Áreas de retrações (afundamentos) nas mamas.
5- Áreas de abaulamentos (elevações) nas mamas.
6- Áreas irritadas que coçam ou ardem nas mamas, aréolas ou mamilos.
7- Inversões dos mamilos que não haviam antes (quando o mamilo afunda para dentro da aréola).
8- Crescimento rápido de veias aparentes na pele das mamas.
9- Textura da pele diferente com pequenas covinhas, mostrando um aspecto parecido com “casca de laranja”.
10- Feridas que aparecem de repente na pele das mamas, aréolas ou mamilos.
11- Crescimento súbito do volume de uma das mamas.
12- Nódulos na região das axilas ou pescoço.

Nem sempre é o que parece

Porém, nem sempre estes sintomas significam que a mulher está com o câncer de mama. Trata-se de uma alerta geral, que demonstra que, independente, de ser ou não um câncer, algo não vai bem e necessita do diagnóstico correto.

O diagnóstico do câncer de mama só deve ser feito por um especialista, em consulta, após a realização da mamografia e/ou outros exames, como ultrassonografia ou ressonância das mamas.

A paciente que tem alguma alteração suspeita em suas mamas deve procurar seu ginecologista assim que possível para obter o diagnóstico correto do problema. Caso seja necessário, ele encaminhará a paciente a um mastologista para um acompanhamento mais detalhado.

Câncer de mama tem cura!

Ter a consciência dos possíveis sintomas e fazer exames preventivos com regularidade são as principais medidas para realizar um diagnóstico preciso e precoce do câncer de mama, o que aumenta muito as chances de cura.

É fundamental que a mulher não esteja atenta em realizar estes exames apenas no Outubro Rosa, mas que busque formas de prevenção ao longo de todo o ano, por meio de consultas médicas periódicas.

Quanto mais a mulher cuida da saúde regularmente, menores são as chances de desenvolver a doença e maiores são as possibilidades de cura, caso o câncer seja descoberto em sua fase inicial.

Fontes: BBC Brasil / Vix / Saúde Dica

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *