As 3 cirurgias plásticas mais procuradas no verão

O começo de ano somado à estação do verão provocam uma grande procura por cirurgias plásticas. Conforme informações publicadas na Revista Exame, a alta desta procura ocorre devido ao período de férias e também por ocorrer em uma fase de mais bonificações salariais, fatores que fazem com que as pessoas vejam na cirurgia plástica uma possibilidade para melhorar a autoestima.

Segundo especialistas, alguns procedimentos também ficam mais em alta que outros nesta fase do ano e a Motiva conta para você quais são eles. Confira as 3 cirurgias plásticas mais procuradas no verão:

1. Mamoplastia

As mamoplastias – cirurgias plásticas nas mamas – estão entre os procedimentos mais procurados pelas brasileiras em qualquer época do ano, porém tende a ter uma procura maior no verão devido à possibilidade de valorizar os seios, de forma mais harmoniosa com as roupas e biquínis. As mamoplastias podem ser simplesmente de aumento (quando são colocadas próteses de silicone nas mamas sem necessidade de retirada de pele); de levantamento (as chamadas mastopexias, que consistem em retirada de quantidades variáveis da pele das mamas com o intuito de levantá-las; podem ser associadas à colocação de próteses de mama) ou redutoras (quando são retiradas tanto pele quanto glândula mamária em excesso, e a mama também é levantada para uma posição agradável). Elas são indicadas nas seguintes situações:

– Mamoplastia de aumento – mulheres com mamas pequenas e que não estejam caídas, onde apenas o aumento dos seios produzirá um resultado harmônico.
– Mastopexia com prótese – mulheres que apresentam mamas pequenas e caídas, que necessitam levantar os seios além de aumentá-los.
– Mastopexia sem prótese – mulheres que tem mamas de bom volume mas caídas, que não necessitam de aumento dos seios, apenas do levantamento dos mesmos.
– Mamoplastia redutora – mulheres que apresentam mamas muito volumosas, e que desejam um tamanho menor e mais harmônico com o próprio corpo.

As mamoplastias costumam ser bastante requisitadas por mulheres que já tiveram filhos, pois as mamas se modificam bastante após a gravidez e amamentação, frequentemente se tornando menores e mais flácidas.

A mamoplastia de aumento consiste no implante de uma prótese de silicone nas mamas, com anestesia local associada a sedação ou anestesia geral e durabilidade de 40 min a 2h. Caso a paciente tenha uma rápida recuperação da anestesia geral ou sedação, pode ser liberada no mesmo dia e retornar às suas atividades leves normalmente em três dias; atividades regulares podem ser realizadas após o período pós-operatório de um mês, e atividades que exigem maior esforço, como musculação, pilates, carregar grandes pesos etc, após dois meses.

As cirurgias de mastopexia (com ou sem prótese) e mamoplastia redutora são de porte maior, geralmente sendo realizadas sob anestesia geral e com tempo de cirurgia entre 2 e 5 horas. Normalmente, a paciente permanece internada por um dia no hospital, tendo alta no dia seguinte ao da cirurgia. Porém, o período de recuperação é semelhante ao da mamoplastia de aumento, em termos de retorno às atividades.

2. Lipoaspiração

A lipoaspiração é uma cirurgia procurada tanto por mulheres quanto por homens no verão, que se sentem incomodados com o contorno corporal na região do tronco ou dos membros. É muito importante frisar que a lipoaspiração não é uma cirurgia para emagrecimento. O intuito da lipoaspiração não é perder peso, e sim tratar gordura localizada em determinada área do corpo.

A lipoaspiração é indicada, portanto, para pessoas que apresentam áreas de gordura localizada que não diminuem mesmo após dieta e exercícios físicos. Os melhores resultados de lipoaspiração ocorrem em pessoas que conseguem se manter estáveis em seu peso por, pelo menos, seis meses, e não apresentem obesidade. Portanto, são exemplos de indicações:

– Mulheres que emagreceram ou passaram por gravidez e ficaram com a região abdominal flácida. Nesses casos, a lipoaspiração do tronco é frequentemente realizada em conjunto com a abdominoplastia (cirurgia que retira o excesso de pele da região do abdome), para proporcionar um contorno corporal mais harmônico. Também é comum a associação com lipoescultura (aplicação da própria gordura lipoaspirada na região dos glúteos, para lhes dar melhor contorno e projeção).

– Pessoas que perderam muito peso e ficaram com algumas “gordurinhas” na região abdominal.

– Pessoas que têm dificuldade de corrigir áreas de gordura localizada, mesmo com alimentação e exercícios físicos.

A lipoaspiração consiste na aspiração da gordura localizada na região do tronco ou membros, por um sistema de aspiração a vácuo com aparelhos próprios ou com seringas especiais. Lipoaspirações pequenas podem ser realizadas com anestesia local ou anestesia local associada a sedação; lipoaspirações maiores ou associadas a procedimentos como lipoescultura ou abdominoplastia necessitam de anestesia geral. A duração do procedimento é bastante variável, desde menos de uma hora em lipoaspirações pequenas, até 4 a 5 horas, em grandes lipoaspirações ou associadas a outras cirurgias. Caso sejam cirurgias menores com anestesia local ou anestesia local mais sedação, a paciente pode ter alta no mesmo dia. Em casos de anestesia geral, geralmente se recomenda uma internação de um dia, podendo a paciente ir embora no dia seguinte à cirurgia.

Lipoaspirações menores permitem à paciente retornar rapidamente às suas atividades após poucos dias, sendo solicitado evitar grandes esforços no primeiro mês e evitar exposição ao sol enquanto houver áreas arroxeadas na pele.

Lipoaspirações maiores ou associadas a outras cirurgias requerem repouso relativo de alguns dias, evitando-se atividade física mais pesada por um período entre um a dois meses.

3. Gluteoplastia

Outro procedimento que faz parte do time das cirurgias plásticas mais procuradas no verão é a gluteoplastia, devido à maior exposição do corpo em praias e piscinas nesta fase do ano. A gluteoplastia é indicada para:

– Pessoas que sentem os glúteos flácidos ou caídos.
– Pessoas que consideram os glúteos assimétricos ao seu corpo.

A cirurgia consiste na inserção de uma prótese de silicone na região dos glúteos, com anestesia geral, e duração média de 1h e 30 min a duas horas. Por segurança, o cirurgião pede uma internação de 24h e que a paciente mantenha a posição de barriga para baixo, após ter alta, em um período de 48 horas. Por ser uma região delicada, as atividades, tanto leves, como regulares podem ser realizadas após o período pós-operatório de um mês. Neste primeiro mês, a paciente também seguirá orientações do cirurgião sobre como se sentar e deitar adequadamente para não forçar os pontos no local da cirurgia, além de cuidados com a higiene no local operado e uso de malhas compressivas.

Siga a Motiva nas redes sociais e acompanhe as melhores notícias sobre cirurgia plástica!

Fontes: Exame / Inova / Vix

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *